Para cada coisa, o seu tempo

É fundamental entender que tudo na vida tem sua própria existência, e ela está inevitavelmente ligada a um espaço temporal. Paciência e aceitação são as palavras a serem trabalhadas.

O fim do ano chegou e com ele nossas reflexões de fim de ciclo, não é verdade? Eu tenho visto muita gente “cancelando” 2020, esse ano extremamente difícil pra todos nós, em diferentes proporções.

Pessoas que ficaram doentes, perderam seus empregos, se separaram, tiveram entes queridos em situações complicadas de saúde ou mesmo que vieram a falecer. Gente que até hoje ainda está lutando batalhas diárias em algum aspecto de suas vidas.

É inegável que foi um ano difícil. Não podemos minimizar isso, dizer que “o vírus teve um lado bom” como vi muita gente sem empatia dizer. O vírus não tem propósito algum senão viver, como todo ser vivo em sua diretriz primária. Ele está aí, tentando viver e, infelizmente, a vida dele é incompatível com a nossa e por isso temos que combatê-lo.

Apesar disso tudo, estamos aqui. Eu e você, ainda estamos aqui, batalhando, tentando tornar os nossos sonhos possíveis em meio a tudo isso, enquanto seguimos nossa diretriz primária: sobreviver.

E aprendemos durante esse processo uma coisa muito importante para nossas vidas: paciência. Quantos planos nós tínhamos para 2020 e precisamos adiar? Quantas oportunidades, viagens, eventos, casamentos, mudanças de emprego, de casa, de vida? Para lidar com a frustração, precisamos desenvolver a paciência e acreditar que, em algum momento do futuro, poderemos continuar nossa vida. Não como antes, mas talvez ainda melhor.

Aprendemos que cada coisa no mundo tem o seu tempo de acontecer. E na maioria das vezes, não depende de nós esse tempo. Não nos cabe acelerar uma gravidez, fazer uma lagarta virar borboleta mais rápido, preparar uma ótima refeição na metade do tempo, fazer-nos amadurecer anos em alguns meses. Aprendemos que a vida acelerada que vivemos, tem limites. E que até as pessoas mais poderosas do mundo, estão sujeitas à ação do tempo.

O meu desejo para todos em 2021 é que esse aprendizado não se perca. Que enxerguemos que não importa a velocidade da caminhada, mas a direção em que seguimos. Que o destino será alcançado de qualquer modo, mas o caminho é que nos traz valiosos aprendizados e que a companhia de caminhada é igualmente importante. Que consigamos sentar e apreciar essa jornada, e entender, que para cada coisa, há o seu tempo.

Boas festas. E um 2021 feliz, esperançoso, paciente e iluminado.

Building a legacy http://manoelnetto.com

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store